PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio

PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio
A mesma Parada vista por dois olhares

11 de julho de 2017

CASCATA DO CACHÃO DA MALHADINHA – NEGREDA – VINHAIS


Meus caros conterrâneos amigos e leitores
A Natureza já não me consegue surpreender. Recantos e paisagens deslumbrantes que me surgem no quotidiano de um simples cidadão que tem por obi a fotografia.

Foi neste contexto que no passado mês de Abri, depois de alertado por amigos, me desloquei à aldeia de Negreda, concelho de Vinhais onde rodeada de uma vegetação densa fui encontrar um cenário deslumbrante.

Uma vez no local, munido da minha simples máquina fotográfica, captei algumas imagens de rara beleza e que eu quero partilhar convosco neste meu/vosso simples espaço virtual.




O acesso para lá chegar é muito íngreme, um caminho rural que faz a ligação ao lugar de Eiras Maiores numa distância de aproximadamente 1 Km.

A cascata, situa-se no Rio Melhe. Subi uns socalcos na encosta da margem direita, procurando o enquadramento possível para a minha simples objectiva. Foi difícil captar o curso de água pois a distância dificultava o enquadramento.

 O caudal não era muito forte dado a época em que materializei a fotografia. A dimensão da queda de água deve aproximar-se de 30 metros.

Pela sua beleza e dimensão arrisco partilhar, aconselhando uma visita, decerto vão gostar.


Com aquele abraço para todos os meus leitores.


0 comentários: