Siga-me no OLHARES

O Olhar

O Olhar
Manuel Afonso (Silvino)

Caro Conterrâneo / Amigo

Tens fotos relacionadas com a nossa aldeia, com as suas gentes, hábitos, costumes, tradições, ou simplesmente com a vivência diária, e gostarias de as ver publicadas?
Tens histórias, notícias ou factos importantes a divulgar e que possam ser divulgados?
Então estás à espera de quê? Envia um e-mail para: manuelantonioafonso@gmail.com
A tua participação só irá melhorar este espaço!
Bem-hajas.

Acerca de mim

A minha foto
Rinchoa / Rio de Mouro, Sintra, Portugal
"Ser fotógrafo não é apenas ser artista, é olhar o mundo por um rectângulo mágico onde a alma sensível enquadra a beleza mais singela do dia-a-dia. Ser fotógrafo, não é um simples “ser”, mas possuir o hábito de fotografar até mesmo com os olhos, admirar a vida num todo, manter-se sempre atento à luz do dia, à forma das nuvens, às luzes que iluminam as ruas escuras, encantar-se com os reflexos nas calçadas molhadas. Ser fotógrafo não é só clicar, é sujar os joelhos, buscar um ângulo diferente, revelar uma beleza desafiadora, tentar contaminar a todos com aquele rectângulo que, infelizmente, eles não vêem!!! Fotografia não é apenas arte… é uma paixão!!!"

Siga-me no FACEBOOK

Seguindo os Olhares

RSS

IV- ALMOÇO CONVIVIO DE PARADENSES EM LISBOA


Caros conterrâneos amigos e leitores

É com muito orgulho e felicidade que mais uma vez levo aos meus leitores e seguidores um tema de muito significado para todos quantos como eu vibram com a união de todos os filhos da nossa terra.

No dia 25-03-2017, teve lugar mais um excelente repasto servido na Quinta de Monte Redondo em Negrais, em que mais uma vez dissemos presente ao apelo dos nossos conterrâneos organizadores.
Quero expressar os meus sinceros PARABENS à Marisa Costa, Manuel Pinheiro e Luís Gonçalves.

O pessoal aderiu com entusiasmo e tudo decorreu no melhor convívio social entre Paradenses e derivados. Tenho a certeza que muitos que por qualquer motivo não puderam estar presentes, comungam da nossa alegria e numa próxima oportunidade nos honram com a sua presença.
Senti a alegria de muitos conterrâneos que não se encontravam há largos anos, podendo assim repor conversa em dia, recordar tempos passados.

A juventude estava feliz e entusiasmados a dar seguimento a esta iniciativa em boa hora lançada pelo Marcolino, Duarte e Zé Alberto.

Neste contexto, foi nomeada uma comissão para o ano seguinte formada pelos conterrâneos Filipe Figueiredo, (filho da Augusta do Sr. Basílio),o Ricardo Figueiredo (filho do Francisco do Sr. Basílio) e Mauro Bartolomeu (filho da Ermelinda Tavares)
Posto isto, porque as imagens falam por si partilho um vídeo de imagens que ilustram este nosso Evento.


A todos presentes e ausentes, Paradenses em geral e a todos os meus seguidores envolvo num fraternal abraço.  



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio

PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio
A mesma Parada vista por dois olhares