PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio

PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio
A mesma Parada vista por dois olhares

21 de março de 2017

VII Grande Capítulo da Confraria do Butelo e da Casula

Bragança, 25 de Fevereiro de 2017

Meus caros conterrâneos, amigos e leitores

Tive a honra e o privilégio de no passado dia 25 de Fevereiro de 2017, a convite do meu amigo Gilberto Rodrigues, participar neste Evento de elevado nível de organização que teve lugar na nossa querida BRAGANÇA.

Pelas 09h00, começaram a chegar os Confrades, trajados a rigor. Teve lugar um pequeno-almoço servido a todos quantos iam chegando.

Efetuadas as formalidades de recepção, as restantes Confrarias convidadas associaram-se ao Evento.

Um Comboio turístico transportou os convidados ao Castelo, onde no monumento da “Domus Municipalis” ocorreu a cerimónia de entronização do novo e ilustre Confrade António Martins.

No regresso ao restaurante, visitou-se a sede da Junta de Freguesia da Sé, Santa Maria e Meixedo presidida pelo amigo Vaz Pires que brindou os presentes com uma magnífica prova de iguarias da nossa região. Não vou esquecer um bolo degustado de sabor inigualável.

Visita ao Centro de Interpretação de Cultura Sefardita do Nordeste Transmontano. Passagem obrigatória pelo mercado do Butelo e da Casula, onde se pode verificar tudo quanto de bom a nossa região produz ao nível de enchidos, fumeiro em geral.

Registei com agrado as vendas que ocorriam, sem deixar de destacar o SABORES E TRADIÇÕES origem PARADA, o meu amigo Xico Figueiredo não tinha mãos a medir.

Por último regressamos ao RESTAURANTE ROTA DOS SABORES, onde o Chefe Eurico nos forneceu um excelente repasto fazendo uso de todos os seus conhecimentos culinários. O butelo e as casulas estavam divinais, confesso que já sinto saudades desse dia muito bem passado.

Fazendo o encerramento da cerimónia tiveram lugar os diversos discursos da praxe, relevando o do Presidente da Câmara e o do Presidente da Confraria.

Fiquei com a certeza que a nossa terra e suas gentes está muito bem representada. Todos estes eventos são de relevância extrema para o divulgar das nossas capacidades gastronómicas e turísticas de desenvolvimento regional.

Partilho convosco um pequeno trabalho fotográfico para ilustrar tudo quanto referi.

I

II