PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio

PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio
A mesma Parada vista por dois olhares

29 de outubro de 2010

25º Aniversário do Bruno

Filho - Palavra mágica que tanta felicidade proporciona.

DSC_0093 Ao celebrar este teu aniversário, usufruindo deste meio de expressão que é a escrita, quero exprimir um acumular de sentimentos que muitas vezes não conseguimos transmitir na nossa vivência.

Ao longo de todos estes anos, tenho feito todos os esforços para te educar, guiando-me pelos princípios que julgo dignos e adequados às normas que regem a sociedade. Ao longo desta vivência tentei ser um pai presente acompanhando-te nas tuas actividades fazendo sempre os possíveis para seres um ser feliz.

Ao dedicar-te estas linhas, move-me um sentimento um pouco egoísta. Na realidade quero que saibas que este dia é igualmente importante para mim, é como se nesta data, eu esteja a receber um grande prémio que conquistei no passado.

É porque neste dia eu consigo mostrar ao mundo porque tenho tanto orgulho em ti.

Efectivamente assim é, dado que és o nosso maior troféu - quando chegaste a nossa vida transformou-se: parece que ficou mais leve, mais radiosa, com um novo ideal.

Por isso filho, eu quero homenagear-te e simultaneamente pedir-te desculpas por me realizar em ti. Que bom é saber que tu, também és eu e que quando chegar a hora de partir, vou cá continuar por ainda mais tempo.

Para além de tudo o que possa dizer, sendo tu meu filho e o melhor de mim, sei que és uma pessoa especial, daquelas que marcam as vidas daqueles com quem te cruzas, pela tua forma extraordinária de ser e as tuas notáveis qualidades... as tuas palavras são sinceras, sempre honraste e respeitaste os teus pais, és marido responsável e pai extremoso... ficaria aqui uma vida a enumerá-las.

Neste dia em que dás mais um passo na busca de novos caminhos e conquistas, quero que saibas que foste, és e serás uma das melhores partes da minha vida. A parte das alegrias. Ajudaste-me sempre a sorrir e a ter orgulho em ti. Hoje, para além de um sorriso, darei um grito de felicidade. Desejo que dês muitos e bons passos na vida e conquistes os teus objectivos, pois capacidade para isso não te falta.

Que tenhas sempre a felicidade no teu olhar, não só neste dia, mas em toda a tua vida.

E é com todo o amor, carinho e sinceridade que eu te digo: Parabéns Filho pelo teu 25º aniversário!!!

Desculpe-me aqueles que lerem este post, mas eu tenho o melhor filho do mundo.

Manuel Afonso

14 de outubro de 2010

A Rosa em poema

Para além de serem consideradas as flores mais apreciadas no mundo, as rosas são escolhidas como o presente ideal em diversas ocasiões, por aqueles que acreditam no misticismo desta dádiva da natureza, bem como para aqueles que simplesmente admiram a sua beleza.

Detentoras de muito sentimentalismo as rosas são verdadeiras mensageiras do coração humano e tema predilecto de muitos poetas.

Flor Que Não Dura

Um abraço e um Olhar deste vosso

Manuel Afonso

6 de outubro de 2010

Rosa Orvalhada

Por motivos que aqui e agora não são prioridade, vi-me “obrigado” a colher esta dádiva da natureza. Antes de o ter feito entendi preservar a sua beleza com estas chapas. Apesar das imagens valerem por si sós, atrevi-me a acrescentar um belo verso da poetisa Gislaine Canales. Espero que gostem!

Rosa Orvalhada 1   ROSA ORVALHADA

   Pobre horizonte pequeno

   de quem crê, sem ver mais nada,

   que uma rosa com sereno,

   é só uma rosa molhada!

 Rosa Orvalhada 2   

 

 

 

 

 

 

 

Um abraço e um Olhar deste vosso

Manuel Afonso