Um Olhar sobre a Capital

Meus caros amigos

Tenho recebido chamadas de atenção, via telemóvel e e-mail, dando-me conta da “hibernação” que tem atingido este espaço. Bem sei que tenho andado um pouco arredado no que a “postagens” diz respeito, mas motivos tanto de ordem profissional bem como de índole pessoal me têm feito descurar um pouco este meu/nosso blog.

Também é verdade e aqui vos quero deixar bem expresso que, abandonar um projecto, seja ele qual for, não faz parte da minha maneira de ser nem meu modo de estar na vida.

Reforçando o que acima referi, quero hoje e aqui começar uma rubrica a que chamarei “Um Olhar sobre a Capital”, onde pretendo retratar através de algumas “chapas” de minha autoria as belezas que um espaço de grande buliço e agitação, pode conter.

Contando com a vossa fidelidade…

Quem quer quentes e boas!

(O vendedor de castanhas à saída da estação ferroviária do Rossio)

Chafariz no Rossio - Lisboa

(Fonte Barroca na praça D.Pedro IV, mais conhecida por Rossio)

Rossio - Teatro D.Maria II

(Fonte Barroca à frente do Teatro D. Maria II – Rossio)

Um abraço e um Olhar deste vosso

Manuel Afonso

0 comentários:

PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio

PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio
A mesma Parada vista por dois olhares

About this blog

Tens fotos relacionadas com a nossa aldeia, com as suas gentes, hábitos, costumes, tradições, ou simplesmente com a vivência diária, e gostarias de as ver publicadas?
Tens histórias, notícias ou factos importantes a divulgar e que possam ser divulgados?
Então estás à espera de quê? Envia um e-mail para: manuelantonioafonso@gmail.com
A tua participação só irá melhorar este espaço!
Bem-hajas.

Siga-me no OLHARES

O Olhar

O Olhar
Manuel Afonso (Silvino)

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "

Acerca de mim

A minha foto
Rinchoa / Rio de Mouro, Sintra, Portugal
"Ser fotógrafo não é apenas ser artista, é olhar o mundo por um rectângulo mágico onde a alma sensível enquadra a beleza mais singela do dia-a-dia. Ser fotógrafo, não é um simples “ser”, mas possuir o hábito de fotografar até mesmo com os olhos, admirar a vida num todo, manter-se sempre atento à luz do dia, à forma das nuvens, às luzes que iluminam as ruas escuras, encantar-se com os reflexos nas calçadas molhadas. Ser fotógrafo não é só clicar, é sujar os joelhos, buscar um ângulo diferente, revelar uma beleza desafiadora, tentar contaminar a todos com aquele rectângulo que, infelizmente, eles não vêem!!! Fotografia não é apenas arte… é uma paixão!!!"

Siga-me no FACEBOOK

Seguindo os Olhares