PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio

PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio
A mesma Parada vista por dois olhares

7 de março de 2014

Natureza – Património Histórico

Meus caros amigos, conterrâneos e leitores

Mais uma visita à minha majestosa aldeia para passar um curto período de repouso. As condições climatéricas não foram as mais desejadas, mas deu para passear, confraternizar com família e amigos.

Como sabem, sou um apreciador de fotografia, natureza, gentes e costumes. Resolvi munir-me da minha inseparável máquina fotográfica, parti em direcção ao nosso Rio Sabor, onde colhi algumas imagens que pretendo registar e partilhar neste meu/nosso espaço virtual.

Panoramica da aldeiaParada, é uma aldeia magnífica. Distingue-se pela riqueza cultural, humana e ambiental. Produtiva em agricultura. Aumenta galopantemente a plantação de castanheiros, oliveiras e restantes produtos agrícolas. A sua população é trabalhadora e utiliza o sistema da entreajuda para vencer as dificuldades. As máquinas agrícolas, fizeram com que as pessoas tenham capacidade de resposta para levar de vencida toda a faina. Outra produção que me apraz registar é a do vinho, qualidade e quantidade. A gastronomia, essa então faz as delícias dos nossos visitantes.Vista da aldeia

Neste contexto, ao chegar a Vale de Pereiros resolvi voltar a minha objectiva sobre a aldeia, fiz dois cliques para levar a imagem a todos os meus leitores.

Para vos descrever os objectivos que me levaram ao Rio Sabor, quero realçar a sua beleza natural, coroada com a célebre Ponte Romana sobre o seu leito, fazendo a ligação à aldeia de Outeiro.

ponte romana 2  Ponte romana

ponte romana 3

Parada tem o privilégio de desfrutar deste magnífico Rio Sabor, com águas límpidas e despoluídas.

O Rio Sabor, nasce na Serra de Gamoneda , na província de Zamora, Espanha, entra em Portugal, atravessa a Serra de Montesinho, distrito de Bragança, é um afluente da margem direita do Rio Douro, onde desagua a jusante da Barragem do Pocinho, mais concretamente na aldeia de Foz do Sabor.

leito do rio (2)  leito do rio

Para falar deste Rio, talvez seja arriscado da minha parte, sei que alimenta as populações com bons peixes, nas suas margens existe uma diversidade de fauna, a sua paisagem deslumbra-me. Os acessos já se encontram facilitados, fruto do trabalho das autarquias.

Ao partilhar com todos os meus leitores, amigos e conterrâneos este singelo texto e imagens, deixo o meu afectuoso abraço.

Manuel Afonso (Manuel Silvino)

1 comentários:

Neves pereira disse...

Lindas fotos e descrição do rio sabor, continua sempre caro primo e amigo a dar nos notícias da nossa terra e tudo que faz parte, isso permite nos a nós que estamos longe ,de nos sentirmos mais perto .......