PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio

PARADA - Lar, Doce Lar - Meu Berço e meu Refúgio
A mesma Parada vista por dois olhares

6 de outubro de 2010

Rosa Orvalhada

Por motivos que aqui e agora não são prioridade, vi-me “obrigado” a colher esta dádiva da natureza. Antes de o ter feito entendi preservar a sua beleza com estas chapas. Apesar das imagens valerem por si sós, atrevi-me a acrescentar um belo verso da poetisa Gislaine Canales. Espero que gostem!

Rosa Orvalhada 1   ROSA ORVALHADA

   Pobre horizonte pequeno

   de quem crê, sem ver mais nada,

   que uma rosa com sereno,

   é só uma rosa molhada!

 Rosa Orvalhada 2   

 

 

 

 

 

 

 

Um abraço e um Olhar deste vosso

Manuel Afonso

0 comentários: